Article image
Fernando Rocha
Fernando Rocha25/04/2023 10:56
Compartilhe

Programador em 3 meses

    O ser humano não é programado para o sucesso. Gostamos das coisas para ontem e no aprendizado e carreira de programação não é diferente.

    Hoje muitos querem vender oportunidades fáceis, seja vendendo um curso ou uma esperança.

    No Brasil quem não quer estudar 1 ano, 6 meses ou até mesmo 3 meses e já começar a ganhar 5x mais?

    A minha visão sobre isso é animadora para quem gosta e realmente se vê um programador de sucesso no FUTURO. Esse boom que está ocorrendo, no Brasil principalmente, para entrar nessa área rapidamente e com retornos altos uma hora será nivelado somente para os que tem a paciência, a disciplina e acima de tudo a vontade, pois vendem essa área como a melhor do mercado (pode até ser), mas não quer dizer que será a mais fácil em termos de tempo de "bunda na cadeira".

    No exemplo do Front-end, para se lançar no mercado, tem que ter na bagagem pelo menos um framework de Javascript, git, frameworks de CSS, um pé no Back-end com node, conhecer bancos de dados e ter praticado muito. Sendo realista isso não se aprende de fato em um ano, apenas. Somente para ser realmente bom na linguagem escolhida, levasse de 2 a 4 anos de pura dedicação e, de novo, "bunda na cadeira".

    Eu passei quase um ano aprendendo Javascript Puro, construindo meus projetinhos básicos, para hoje poder aproveitar ao máximo um BootCamp, como o da DIO de Angular, por exemplo. Eu esperei quase um ano, mesmo com minha ansiedade batendo, querendo saber como seria entrar no mundo dos frameworks. Hoje, de certa forma me sinto realizado e feliz de ter facilidade no aprendizado, por mais que algumas dúvidas ainda existam, acredito que poderia ser pior.

    Enfim, somente os que estão se dedicando conseguirão um lugar no sol. Para esses não desanime, a recompensa virá.

    Esse é meu primeiro artigo aqui na plataforma. Estou meio tímido, mas espero compartilhar mais de minhas visões, e também dos meus conhecimentos.

    Compartilhe
    Comentários (10)
    Amanto Moura
    Amanto Moura - 02/05/2023 15:39

    É sempre bom um pouco de realidade pq nos vendem uma fantasia de que basta estudar que chega lá rapidinho. Ótimo artigo!

    Jeffersson Carvalho
    Jeffersson Carvalho - 25/04/2023 12:46

    Esse "boom" da área de TI trouxe muitas coisas ruins, incluindo esses 'vendedores de sonho' que conseguem enganar varias pessoas com esse papo de "estude pouco e ganhe 4K+". Muitas pessoas quebram a cara, pois pensam que existe uma fórmula pronta e somente um caminho.

    A área de TI é uma das mais ricas, dev, analista de dados, cybersecurity, redes, etc...

    Eu conheci a DIO no começo do meu curso de engenharia de computação, e virei usuário por causa da "promessa" de estagio/emprego, até hoje não consegui nem mesmo entrevista, mas isso não me desanima, continuo estudando por fora e pavimentando meu futuro(como sempre fiz antes da DIO). Da minha universidade conheço vários colegas que também são usuários da DIO, mas apenas 1 deles foi chamado para estagio.

    Você citou uma coisa interessante, ficou bastante tempo estudando Javascript puro, e isso com certeza vai ser benéfico no decorrer da sua carreira, eu conheço varias pessoas que estudam apenas o básico do básico de Javascript e já pulam para um dos frameworks da vida. Mas quantas dessas pessoas sabem resolver um problema que não seja uma daquelas que já estão acostumados?

    O quê existe de "usuários" de frameworks que nãos sabem fazer um simples bubble sort é absurdo, não adianta nada eu querer trabalhar como front,back, fullstack, se eu não tenho minha lógica desenvolvida, pois em algum momento o mercado vai perceber essa fraqueza.

    P.s. Você citou node para back, mas um Java ou C# são muito mais essenciais, existem muitas empresas grandes que usam uma das duas. O ruim são os códigos legados, fazer o quê.

    JM

    Jessica Miranda - 02/05/2023 12:20

    Excelente artigo .Compartilho da mesma visão sobre esse assunto.

    LA

    Lorena Agredo - 01/05/2023 12:42

    Eu opino a mesma coisa, se vende a área como uma área fácil e curta só que a pratica é muito importante e ela leva tempo.

    Arthur Felipe
    Arthur Felipe - 25/04/2023 18:19

    Ótimo artigo meu amigo

    AA

    Ademar Affarez - 25/04/2023 14:35

    Apesar de sua timidez, o seu artigo é extremamente esclarecedor, muito obrigado.

    Thifanny Celine
    Thifanny Celine - 25/04/2023 14:21

    Me peguei refletindo sobre isso nos últimos tempos, será se todas estas pessoas que largaram suas carreiras (longas ou curtas carreira porque muitos jovens já estão nessa também) carreiras em suas respectivas áreas realmente estavam indo bem ou viram que vender um curso (mesmo sem ter sede para se tornar um professor, não julgando quem ensina bem, mas...) traria um retorno financeiro mais rápido e "fácil". Produzir é realmente difícil, mas quando a outra pessoa, que consome não aprende ou entende nada, se sente enganada. Afinal, "se fosse bom não teria me enganado."


    E outra coisa, essas promessas realmente são um gatilho. Tenho amigos que investiram uma grana alta pelo interesse despertado, mas não concluíram o curso. É frustração atrás de frustração ;-;

    MT

    Mario Taniguti - 25/04/2023 12:17

    Parabéns Fernando.. conte comigo..

    Anderson Rocha
    Anderson Rocha - 25/04/2023 11:51

    Muito bom Fernando!

    YN

    Yuri Nascimento - 25/04/2023 11:48

    Interessante