Wagner Goulart
Wagner Goulart22/08/2023 21:26
Compartilhe

Versionamento de código com git e GitHub

    Versionamento de código com git e GitHub 💻

    Quando trabalhamos em equipe, não somos apenas aqueles que irão trabalhar no código, e isso pode gerar problemas se os membros da equipe estiverem trabalhando com versões diferentes do código.

    Versionar um código é criar o registro histórico das alterações que são feitas nele. E para isso contamos com ferramentas de versionamento.

    Ferramentas de versionamento funcionam com dois tipos de repositórios: o local e o remoto.

    O repositório local é a nossa máquina, onde fazemos as alterações necessárias no código e, em seguida, enviamos essas alterações para o repositório remoto, onde ficam disponíveis para os demais membros da equipe.

    Dessa forma, podemos entender que o repositório remoto sempre abrigará a versão mais atualizada do código.

    Existem várias ferramentas de versionamento de código no mercado. A que mais se destaca atualmente é o Git, a ferramenta criada por Linus Torvalds e sua equipe, que funciona como um sistema de versionamento distribuído, sendo um dos mais utilizados nos dias de hoje.

    📂 Convenções

    .gitignore

    • Nesse arquivos são listados as arquivos e pastas que não queremos enviar para versiomento, arquivo e pastas listadas aqui, são desconsirados pela git

    gitkeep

    • o git não reconhece pastas vazias, e como convenção, o arquivo gitkeep é criado dentro dessas pastas para que elas sejam reconhecidas pelo git e sejam versionadas normalmente

    ⌨️ Comandos úteis

    git init - incia um reposiótio git, tornando a pasta seu reposótorio local;
    
    git add  - adiona as alterações ao repositório;
    
    git commit - commita os arquivos, salvando as alterações no repositório local;
    
    git push - envia as alterações para o repositório remoto;
    
    git pull - puxa as alterações do reposito remoto para o local;
    
    git clone - clona um reposiótio remoto para sua maquina;
    
    git restores nome-do-arquivo - restaura o arquivo ao último status salvo
    
    git commit —amend -m ‘nova mensage' - altera a mensagem do último commmit
    
    git checkout -b nome-da-branch - criar uma nova branch;
    
    git checkout <nome da branch> - retorna para branch selecionada
    
    git merge nome-da-branch - mescla a branch nomeada com a branch main
    
    git branch -d nome-da-branch - deleta a branch
    
    Compartilhe
    Comentários (4)
    Danilo Silva
    Danilo Silva - 22/08/2023 23:11

    Excelente!

    João Lavor
    João Lavor - 22/08/2023 22:12

    Muito bom o artigo parabéns pela contribuição.

    LL

    Lorraine Loredo - 22/08/2023 21:36

    muito bom o post!

    CS

    Cristina Sales - 22/08/2023 21:32

    sim e muito , quando se fala de equipe e incompetente que todo passa meche no código sem atrapalhar o que o outro criou.