Article image
Vinicius Alves
Vinicius Alves22/04/2023 22:54
Compartilhe

Você é um acumulador? Quantidade não é qualidade.

  • #Soft Skill

Por que acumular cursos não é o mesmo que aprender?

Aprender é uma atividade constante e importante em nossa vida.

Com o advento da internet, nunca foi tão fácil acessar conteúdo educacional, mas essa facilidade também pode ter um lado negativo: muitas pessoas estão acumulando cursos e não conseguem terminá-los.

De fato, é comum que pessoas comprem vários cursos online, mas não consigam terminá-los. Algumas vezes, essas pessoas nem mesmo começam os cursos que compraram, e isso pode ser problemático.

A primeira consequência negativa de acumular cursos é que, ao invés de aprender, a pessoa pode estar apenas procrastinando. Em vez de se dedicar a um curso específico, ela pode estar criando uma lista cada vez maior de cursos a serem feitos, o que pode resultar em uma sensação de sobrecarga e estresse.

Outro problema é que muitas vezes essas pessoas estão perdendo dinheiro, pois os cursos geralmente têm data de validade e, se não forem acessados, o dinheiro investido pode ser desperdiçado.

Além disso, a busca por conhecimento não deve ser apenas sobre acumular diplomas ou certificados. O verdadeiro aprendizado vem da aplicação do conhecimento adquirido em situações reais, o que significa que é importante realmente concluir um curso antes de passar para o próximo.

Por fim, dados mostram que a taxa de conclusão de cursos online é baixa. Segundo um estudo da consultoria iDesignX, a média de conclusão de cursos online é de apenas 15%, o que significa que a grande maioria das pessoas que se inscrevem em cursos online não consegue concluir.

Esses dados mostram que acumular cursos não é uma estratégia eficaz para aprender e crescer profissionalmente. É preciso definir prioridades e focar na conclusão de um curso de cada vez, aplicando o conhecimento adquirido antes de passar para o próximo.

Lembre-se: aprender é um processo contínuo, mas também exige comprometimento e dedicação. A busca por conhecimento não deve ser apenas sobre acumular diplomas ou certificados, mas sim sobre a aplicação do conhecimento adquirido em situações reais.

Vinicius, Analista PMO, Pai e Desenvolvedor Web nas horas não vagas.

Compartilhe
Comentários (1)
Willams Sousa
Willams Sousa - 23/04/2023 01:12

acumulo cursos e livros desde 2004. acho que nunca li um livro de capa a capa. apesar disso, continuo com a mesma abordagem de estudo, pois descobri que é meu jeito de aprender. Eu sempre estudo um determinado assunto bebendo de variadas fontes, cursos, livros, tutoriais, palestras, bootcamps...


Descobri que não consigo ter a disciplina de, religiosamente, seguir módulo por módulo, página por página, capítulo por capítulo, um curso atrás do outro, seguindo um roadmap como um robozinho.


Eu vou estudando e dando mais foco nas coisas que, em um determinado momento, me atrai mais. Esses assuntos que me atrai mais são os que realmente importam, pois são eles que me incomodam, que sinto que preciso saber. Estudar só porque estão dizendo que vai ser bom no futuro nunca foi meu forte.


Mais tarde, descobri que minha forma de estudo é agora uma tendência entre os indivíduos da geração Z e os autores e educadores estão pensando em como se adaptar a isso. Não é mais tão eficaz o que conhecemos de 'curso'. Isto é, no sentido mais literal da palavra, onde é traçada uma rota e o estudante, do ponto A ao ponto B, passa por trechos bem definidos e sequenciais, ou seja, um curso. Não é mais assim, a quantidade de informações permite que se chegue ao ponto B passando por vários pontos, mas sem que seja uma rota bem definida como capítulos em um livro ou módulos em um curso. É mais um tipo de voo panorâmico que sempre passa pelos mesmos pontos, mas a cada nova passagem o voo é mais razante...