Article image
Rafaela Ferreira
Rafaela Ferreira18/12/2022 20:14
Compartilhe

As Infinitas Faces da Tecnologia

  • #Lógica de Programação
  • #Scrum

Meu interesse por tecnologia surgiu bem cedo, quando iniciei em um curso de Mecânica Industrial no SENAI, pelo projeto Menor Aprendiz, financiado por diversas empresas, na sua maioria da área industrial, como a antiga CVRD - Companhia Vale do Rio Doce, hoje Vale S.A., a antiga CST - Companhia Siderúrgica de Tubarão, hoje ArcelorMittal, entre outras. Foi nesse período também que tive acesso a computador, sistema operacional, MS DOS e afins. Enquanto a coisa era mais “mecânica”, palpável, conseguia assimilar muito bem, mas quando partia para o “lógico”, o digital, me perdia um pouco. Simbolicamente o que me remetia a tecnologia até então era uma engrenagem, e sempre achei “o máximo”... E assim fui desenvolvendo minha carreira profissional.

Conclui o curso de Mecânica Industrial no SENAI, participei das Olimpíadas do Conhecimento do ano seguinte, na modalidade de Manufatura Integrada, minha equipe com o auxilio sempre presente do nosso orientador, desenvolvemos um projeto audacioso para a época, fiquei com a parte da documentação do projeto, dos desenhos em CAD e planilhas de custos, gestão de tempos e afins.

No ano seguinte iniciei na faculdade, não no curso que gostaria por falta de recursos, fiz o curso da bolsa que me foi disponibilizado; Sistemas de Informação. Os primeiros anos, tudo Ok, matemática, lógica, linguagens, metodologias... da metade do curso em diante, programação. Entendo, consigo ter toda a noção do projeto, do que atende aos requisitos, mas, nada de programação. Enfim, até hoje não concluir este curso. Segui na área de projetos, mais precisamente, projetos em CAD. Chequei a dar aulas de CAD e Tecnologia em Informática. Depois fiz um curso técnico em Informática, e então tive a condição de retornar a faculdade, mas não retomei o curso de Sistemas. Fiz Engenharia de Produção, que amo, por tanta tecnologia envolvida, foquei em sustentabilidade, fiz algumas contribuições na área ambiental, administrativa, afins, e sigo insistindo nas tecnologias voltadas para sistemas. 😌✨

Ainda travo na programação, nas linhas de código... Mas me realizo na Gestão de Projetos, e ai está “As Infinitas Faces da Tecnologia”, o que não se resume as linhas de código, mas atualmente abrange absolutamente tudo! Tudo mesmo, desde o simples café da manhã, ao banho no fim do dia ou o repouso no “colchão da NASA”, enfim, talvez por isso que as melhores aulas que tive neste Bootcamp Orange Tech + (o primeiro que consigo concluir, por sinal), foram as de gestão, principalmente, a "Trabalhando em Equipes Ágeis", com o professor Leonardo Ropelato (prof. Leo). Amei cada conteúdo proposto, bem como todas as demais aulas, professores, metodologias, mentorias, toda equipe da DIO. Super 10! ✨🤩


Deixo aqui meu último desafio deste Bootcamp, da aula Transformando seu Conhecimento em Artigos Técnicos, com o Super 10, professor Renan Oliveira (que me motivou desde a aula inaugural), e minha gratidão a toda equipe da DIO, a todos os envolvidos, direta ou indiretamente, a todos da OrangeTech, do Inter, enfim, gratidão! E sucesso a todos! ✨🤍


Obs.: Ainda não “me encontrei” nas linhas de código, mas isso não quer dizer que desistir. ✨😉✨

#Dio #Bootcamp #OrangeTech+ #Inter #Tecnologia #EquipesÁgeis #Gratidão

Compartilhe
Comentários (0)